setembro 12, 2006

12-09-2006


Praça de São Paulo - Lisboa

10 comentários:

Fado Alexandrino disse...

Este post era para se chamar "Rosa das Pombas" mas decidi depois publicá-lo em contraponto com o de ontem.
Deve, portanto, ser "lido" nesse contexto.

Excepcionalmente, hoje publicarei outro post, pois decidi, como o jardineiro japonês publicar apenas um por dia.
O jardineiro japonês cortava todas as rosas do canteiro, excepto uma, para que a mais bela pudesse ser vista com o detalhe necessário.

Meu Deus, as inutilidades que eu sei

Pêndulo disse...

Olha as pombinhas da Catrina !

bolo-de-chocolate disse...

Ou o flagelo das cidades! Já viraram praga.

Fadinho: ADOREI a história do jardineiro!

Beijocas

Diana F. disse...

-
... "inutilidades" que valem a pena SEMPRE ... ler !

Se todos os "inúteis" fossem como o Fado, os "úteis" passariam a estar a mais.

Faço massagens ao Ego ... a 35,00 euros, ... à hora !!!!

beijocas, Fado !

Rosalina disse...

quando passo por uma praça com as pombas assim, fico sempre a olhar para elas, parada. como agora.

Fado Alexandrino disse...

Obrigado miúdas.
Que calores, quase que me ia dando uma coisinha má.
Se tivesse menos 45 anos, não me escapavam (sou especialista em apanhar pombinhas, como se vê ;)

Diana F. disse...

-
eheheheheheheh .... !

zab disse...

gostei muito da inutilidade, fado!

:)

Cristina disse...

vivam as inutilidades!!


ainda havemos de fazer um blog delas ;) loool

bjuuuzzzz

bolo-de-chocolate disse...

Boa ideia, Cristina. Façam, façam que eu levo o bolo!