dezembro 29, 2006

Em segunda mão, são melhores


Lisboa

9 comentários:

Tuche disse...

Bom dia amigo Fado, se eu soubesse tinha vindo cá quando casei heheh, gastei uma fortuna no trapito com que me casei e que ficou destruido no mesmo dia!!

Beijossssssssssssss

Pêndulo disse...

Tuché, agora pôs-nos a todos a imaginar como foi o vestido destruído. Marido apressado hein ?...

eh eh eh
:p

Tuche disse...

Pêndulo,

Ai o que me ri agora :)

Olhe por acaso foi mesmo na dança que foi rasgado ahaha

beijossssssssss

Anónimo disse...

Pensei o mesmo, Pêndulo, como é que teria sido destruído, o vestido de noiva da tuché ???

Ai, ai .... imagino.

Rasgou-a, arranhou-a e ... "comeu-a" !!!!
Pois ...

Ó tuché, ... essa da dança não "cola" ... (tem pai "qué" cego !)

hoje estou muito extrovertida !

Anónimo disse...

Ó Fadinho, com a "rodagem" feita, sempre é outro, o andamento da "viatura" !!!

beijinhos


____ E VIVAM AS NOIVAS EM 2ª MÃO !!!

Que originalidade, Fado !

zab disse...

com-k-então hoje temos casório!! :D

ahah tuché! essa da dança cheira-me que tá muito mal contada!!

lá isso é verdade diana, com a rodagem feita, é outro descanso!!

pena é que já não tem garantia, e já não se podem devolver assim tão facilmente!! eheh

excelente fado! :D

:)

Anónimo disse...

"outro descanso", zabelinha ???

Eu diria ... outro desasossego !!
Fónix !!!

Mas quem sou eu, na minha "pobre ignorância" .......??

beijos

Fado Alexandrino disse...

Obrigado queridas.
É isso mesmo, em segunda mão as garantias são melhores.
Aqueles pequeninos defeitos de origem (muito pequeninos mesmo) ficam apagados pela experiência, penso eu de que

Rosalina disse...

hum...será?!...